Atingir a meta de uma alimentação saudável não envolve excessos e nem radicalismos. Pelo contrário, o que muitos profissionais da Saúde defendem é uma dieta equilibrada, em que é possível comer de tudo na medida certa. E é justamente para facilitar que a população encontre essa balança, a USP atualizou a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, a TBCA.

Foram incluídos na tabela novos itens e composições nutricionais, totalizando 1.900 alimentos. Com essa nova versão, é possível verificar as informações de alimentos crus e cozidos, produtos industrializados e pratos compostos, além de comidas típicas de cada região, com o acarajé, por exemplo.

Essa tabela é a base utilizada pelos nutricionistas brasileiros para calcular uma dieta e estabelecer um padrão alimentar.  Entre as novidades da nova versão, está a composição nutricional de pratos comuns na mesa do brasileiro, como feijoada, arroz e feijão já temperados.

Com a tabela, o usuário pode buscar por nutrientes específicos, como por exemplo, alimentos fontes de proteínas dentro do grupo dos vegetais. Também é possível fazer um cálculo de ingestão de energia. Para isso, basta o usuário informar o que ingeriu em uma determinada refeição e, com base nesses dados, a ferramenta faz os cálculos.

A atualização da versão levou em conta a realidade econômica do brasileiro e a mudança na forma como ele tem se alimentado nos últimos anos.